Mamas densas são aquelas em que há mais glândulas mamárias (a parte da mama que produz leite) que tecido adiposo (gordura).⁣ As mamas densas são mais comuns em mulheres mais jovens, principalmente antes da menopausa.⁣

O risco ocorre por causa da baixa quantidade de gordura e a extensa quantidade de tecido glandular e fibroso, o que dificulta a identificação do nódulo. No exame de mamografia, a gordura aparece escura e a maior parte, chamada glandular, se apresenta clara, da mesma forma que os tumores, dificultando identificar a patologia.⁣ ⁣

Se você recebeu o diagnóstico de que possui mamas densas ou conhece alguém nessa situação, isso significa que as mamas possuem pouca gordura (tecido adiposo) e muitas glândulas (tecido glandular), o que faz com que os seios se tornem mais densos do que o normal do corpo feminino. O diagnóstico também pode trazer nomenclaturas como “mamas heterogeneamente densas” ou “mamas fibrosas”.

Essa condição é comum em mulheres mais jovens (abaixo dos 40 anos). E, com o passar dos anos, é natural que o tecido adiposo substitua o tecido glandular, tornando as mamas menos firmes. Uma das possíveis causas das mamas densas é o fator genético. Então, se há histórico de seios densos na família, há maiores chances de desenvolvimento das mamas densas.

Quem possui histórico de casos de câncer na família e a mama densa precisa redobrar o cuidado, realizando exames periodicamente a cada 12 meses. Entretanto, nessa condição pode ser necessária a associação de outros métodos radiológicos junto à mamografia.⁣ ⁣De qualquer forma, independente do padrão das suas mamas, é importante que você consulte seu médico rotineiramente e realize os exames de prevenção.⁣

Adicionar comentário

Cariri Inovação © 2022 All rights reserved.

×

Powered by WhatsApp Chat

× WhatsApp